Posts Tagged ‘Energia Alternativa’

h1

Acidente Nuclear em Fukushima amplia debate sobre novas usinas nucleares no Brasil

23 de março de 2011

Sul 21

22/03/2011

Fukushima é a causa de um novo dilema brasileiro: aumentar ou não a oferta de energia nuclear

Felipe Prestes

O Brasil vive um dilema na questão energética, segundo o diretor-geral do Instituto Sul-Americano de Política e Estratégia (Isape), Lucas Kerr. O país não pode manter um crescimento econômico como o do ano passado (7,5%), sem expandir consideravelmente a oferta de energia. Para isso, são necessários investimentos de cerca de R$ 1,3 trilhão em infraestrutura de energia, nos próximos dez anos, sendo que o país deverá estar atento aos impactos sociais e ambientais desta expansão. No entanto, neste momento em que o Japão sofre com os vazamentos ocorridos na usina nuclear de Fukushima, surge um novo questionamento: vale a pena expandir a oferta de energia nuclear?
Read the rest of this entry ?

h1

China pretende investir US$ 738 bilhões em energia renovável na próxima década

8 de agosto de 2010

Bloomberg News
Aug 8, 2010

China Plans 5 Trillion Yuan New Energy Investment, Securities Journal Says

Winnie Zhu

China will invest 5 trillion yuan ($738 billion) into renewable energy projects over the next decade under a development plan of the industry, China Securities Journal said, citing the State Information Center.

The 10-year plan will be released soon, the Journal said, without giving a time frame.

Read the rest of this entry ?

h1

Brasil inicia testes de turbina para aeronave hipersônica

23 de março de 2010

Brasil inicia testes de turbina para aeronave hipersônica

Lucas K. Oliveira

É inegável o papel do desenvolvimento tecnológico de ponta para o desenvolvimento econômico e social de um país. No caso dos setores de energia e transportes, o desenvolvimento de novos motores é fundamental para viabilizar novos emprendimentos com menores custos econômicos, sociais e ambientais. O Brasil está dando mais um passo em direção ao desenvolvimento de turbinas, desta vez, no desenvolvimento de turbinas “scramjet” para aeronaves hipersônicas. Estas aeronaves podem ser, em um futuro próximo, o meio mais barato e eficiente de  sair da atmosfera terrestre e chegar ao espaço, permitindo lançar satélites a custos bem menores do que os atuais.

Considerando que o espaço sideral possui fontes infinitas de energia, a exploração espacial pode, no futuro, resolver ao menos em partes os problemas de escassez relativa de recursos energéticos na Terra. A exploração espacial, portanto, apresenta-se como uma das áreas mais estratégicas para o desenvolvimento de novas tecnologias nos setores de transporte e energia da atualidade.

Nas próximas décadas assistiremos à grandes mudanças na forma como atualmente são desenvolvidas e utilizadas as tecnologias espaciais. Este período, que provavelmente se estenderá ao longo de um período de algumas décadas deverá ser bastante conturbado, já que ocorrem simultâneamente redefinições importantes no Sistema Internacional, na correlação de forças internacionais e nas relações entre as grandes potências, tendo como “pano de fundo” uma profunda, porém lenta transição energética para um novo paradigma de matriz enrgética, diferenter da atual.  TUdo indica que os países que liderarem os processos de inovação tecnológica e de desenvolvimento produtivo nas áreas  da economia e da indústria correlatas à de expoloração espacial (com as citadas inovações nas áreas de energia, transportes e comunicações), se tornarão pólos de poder significativos no Sistema Internacional. Se estes países ou blocos de países serão algo similar ao que clamamos hoje de “grandes potências” é difícil prever. Mas se esta categoria de países continuar existindo na segunda metade do século XXI, provavelmente terá como um dos critérios centrais a capacidade destas nações de atuarem no espaço.

Por isso, indicamos aos nossos leitores que atentem para as inovações tecnológicas nesta área – da exploração espacial -, onde possivelmente veremos o surgimento de novos motores, novas tecnologias e novos materiais com grande potencial para impactar significativamente a matriz energética global neste século.

A notícia postada a seguir, do CTA, descreve o desenvolvimento tecnológico de um dos novos motores que deve revolucionar o que entendemos hoje por transporte aéreo e aerospacial.

________________________________

22/03/2010

IEAv apresenta o motor do Veículo Hipersônico 14X

http://www.cta.br/

No início de março de 2010, o Cel Eng Marco Antonio Sala Minucci, Diretor do Instituto de Estudos Avançados, apresentou ao Ten Brig Ar Cleonilson Nicácio Silva, Diretor-Geral do DCTA, o motor “scramjet” que será integrado, em futuro próximo, ao Veículo Hipersônico 14-X.

Read the rest of this entry ?