h1

Empresa de Pesquisa Energética defende ampliação da infra-estrutura para garantir energia para a Copa

22 de outubro de 2010

Agência Brasil
20/10/2010

EPE aponta necessidade de investimentos no Sul para garantir energia para a Copa

Alana Gandra e Sabrina Craide

Repórteres da Agência Brasil

Rio de Janeiro e Brasília – Os estados do Rio Grande do Sul e Paraná terão que implementar novas linhas de transmissão e subestações de energia para atender à demanda dos jogos da Copa do Mundo de 2014. De acordo com estudos da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o conjunto de empreendimentos, orçado em R$ 980 milhões, será licitado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no ano que vem e a operação deve ser iniciada em 2013.

Para o atendimento ao Rio Grande do Sul, o planejamento indica a implantação de duas novas linhas de transmissão: uma entre as usinas hidrelétricas de Salto Santiago (PR) e Itá (SC) e outra de Itá ao município gaúcho de Nova Santa Rita, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Estas linhas reforçarão a integração das hidrelétricas no Paraná e em Santa Catarina com o centro de carga do Rio Grande do Sul. O estudo contempla ainda novas linhas de transmissão entre as subestações de Nova Santa Rita e Quinta, com 290 quilômetros (km) de extensão, além de uma nova subestação denominada SE Camaquã 3.

A EPE também apontou a necessidade de construção de uma nova subestação para a região de Curitiba e de uma nova linha de transmissão com 35 km de extensão, ligando as subestações de Curitiba e Curitiba Leste. Segundo a EPE, essas obras vão garantir o atendimento dentro dos padrões de confiabilidade e qualidade aos dois estados até o ano de 2020.

 

A expansão da interligação elétrica entre a Região Sul e a Sudeste também está em análise pela EPE. O estudo, que deve ser concluído no fim do ano, tem como objetivo planejar a transmissão para aumentar o intercâmbio entre as regiões, a partir da implantação de pelo menos três novas linhas de transmissão.

 

O presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim, disse à Agência Brasil que os investimentos vão garantir a segurança não só nas regiões metropolitanas de Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR), mas no sul do Rio Grande até 2020.

 

“Vai além até da própria Copa. Isso é muito importante justamente como reforço do aumento da carga que vai vir com as atividades ligadas à Copa. Isso atende à questão da Copa e também ao aumento da demanda resultante do crescimento econômico”.

Tolmasquim descartou o risco de desabastecimento de energia na Região Sul. Estudo elaborado pela Secretaria de Energia gaúcha estima que a demanda na região crescerá em torno de 2,16 mil megawatts (MW), enquanto a oferta será ampliada em 1,61 mil MW.

 

“Esse risco está descartado. Além disso, nós estamos fazendo um outro estudo que vai ser divulgado até o final do ano, que é o reforço da conexão Sul/Sudeste”, assegurou o presidente da EPE. O estudo vai propiciar a melhoria do abastecimento na região. “Porque vai aumentar a capacidade de intercâmbio entre as regiões. Aumenta a capacidade do Sudeste mandar energia para o Sul e vice-versa. Quer dizer, aumentará ainda mais a segurança (do abastecimento) no Sul”.

 

A EPE está finalizando também estudos para outras regiões brasileiras, para garantir o suprimento de energia em todas as cidades onde serão realizados jogos da Copa. Tolmasquim disse que está na fase final os estudos em capitais do Nordeste. “A gente deve anunciar até o final do ano. Então, é um conjunto de reforços que está sendo feito visando as capitais principalmente”.

 

O texto foi modificado para acréscimo de informações
Edição: Rivadavia Severo
http://agenciabrasil.ebc.com.br/home/-/journal_content/56/19523/1083680

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: