h1

Projeto “Alto Uruguai” encerra primeira fase com a instalação de 35 biodigestores em 25 cidades

28 de maio de 2010

TN Petróleo

28/05/2010

Projeto “Alto Uruguai” encerra primeira fase

Fonte: Redação/ Agências

 

Conjugando preservação dos rios, educação ambiental e, em breve, geração de energia a partir de biodigestores que tratam dejetos de suínos, o projeto Alto Uruguai chega ao término de sua primeira fase nesta sexta-feira, dia 28, em evento que será realizado no Clube Recreativo Chapecoense, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina.

Até aqui, já foram instalados 35 biodigestores em 25 cidades. Dez deles apenas no Vale Santa Fé, no município de Itapiranga (SC) – fronteiriço à Argentina e ao Rio Grande do Sul –, devido à alta concentração do rebanho suíno e a presença de uma micro-bacia do rio Uruguai. Itapiranga também receberá uma mini-usina que vai transformar o gás metano (CH4) em energia elétrica, que será aproveitada pelos próprios produtores rurais. O projeto, cujo edital está sendo elaborado, será feito pela Eletrobras Eletrosul, que tentará na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) uma permissão especial para enviar o excedente de energia para o sistema interligado.

Foram elaborados também, utilizando a metodologia do Procel, Planos Municipais de Gestão Energética (Plamges) para cada uma para cada uma das 29 prefeituras que fazem parte do projeto. Os plamges mostram um diagnóstico do consumo de energia em cada cidade, indicando possíveis soluções que o poder público local pode adotar para economizar. No campo da educação ambiental, cerca de 1.300 professores e mais de 500 lideranças locais foram capacitadas pelo Procel Educação em eficiência energética.

Dentro do projeto, houve ainda o vetor de inclusão energética, por meio da universalização do acesso à eletricidade, feito dentro do Programa Luz para Todos. Já foram atendidas mais de 4.800 famílias nos 29 municípios. Esse atendimento é todo feito dentro da rede elétrica convencional, sem uso de energias alternativas

“Queremos viabilizar a segunda fase do projeto, que atenderia mais 55 municípios da região e teria mais quatro mini-usinas de geração de energia, além de ações em eficiência energética. Para isso, tentaremos envolver o governo federal e órgão de fomento. Essa iniciativa é o que chamo de ação energética sustentável voltada a uma tecnologia social”, explica o diretor de Tecnologia da Eletrobras, Ubirajara Rocha Meira.

http://www.tnpetroleo.com.br/noticia/22544/projeto-alto-uruguai-encerra-primeira-fase-

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: