h1

Guerra do petróleo

10 de junho de 2009

Jornal do Brasil

10/06/2009

Guerra do petróleo

Emanuel Cancella   *


http://jbonline.terra.com.br/pextra/2009/06/10/e100615335.asp

RIO – Estamos assistindo a uma guerra silenciosa, a guerra do petróleo no Brasil! Em alguns países, essa guerra se dá com mísseis, canhões e porta aviões. Em outros, com a tentativa de derrubada de governos, é assim a geopolítica de petróleo no mundo.

No Brasil, onde o interesse é maior, dado o grande volume de petróleo e gás contido no pré-sal, as principais multinacionais do petróleo não estão caladas, muito pelo contrário, estão agindo nos bastidores, quem sabe, também via CPI do Senado. Reiteradas “denuncias” de corrupção na Petrobras são plantadas na mídia. Campanha para baixar o preço dos combustíveis, etc. E até dentro do próprio governo os lobos estão agindo.

O alvo do inimigo nesse momento, para onde estão mirando todo armamento bélico, é a Petrobras. Lógico, desmoralizar a Petrobras, destruindo a imagem daquela que além de tudo descobriu o pré-sal, é acabar com nossa auto-estima e credibilidade. Assim, as portas ficarão escancaradas para a convocação das multi, para fazer aquilo que a Petrobras fragilizada e descaracterizada não poderia fazer (logo a Petrobras que descobriu tudo e tem a tecnologia mais avançada do mundo).

É um verdadeiro massacre onde a simples criação pela Petrobras de um novo e pouco conhecido blog, para responder e esclarecer as reiteradas injúrias, calúnias e difamações plantadas na grande mídia, está sendo classificada de antidemocrática.

Tudo isso é uma grande nuvem de fumaça para esconder o principal, que o Brasil com o pré-sal poderá deixar de ser uma nação em desenvolvimento, ter serviços públicos de qualidade, fazer a reforma agrária, suprir o déficit de moradias, gerar emprego e renda para toda nossa gente. Para isso precisamos unicamente fazer valer o preceito constitucional de que toda a riqueza localizada em nosso subsolo pertence à União, principalmente considerando que esse tesouro foi descoberto pela Petrobras.

Os inimigos querem nos fazer crer que a instalação de uma CPI, discutir o preço do combustível e a criação de um blog pela Petrobras são mais importantes do que discutir o novo marco regulatório do petróleo que diz respeito à atual e à futura geração de brasileiro. O inimigo é o mesmo de sempre: o estrangeiro e os brasileiros vendidos que querem manter nosso povo na miséria e o Brasil eternamente como país do futuro!

* Emanuel Cancella é secretário geral do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ)

http://jbonline.terra.com.br/pextra/2009/06/10/e100615335.asp

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: